Algodão

News

Nova certificação sustentável para cotonicultores associados à ABrapa

11 de Fevereiro de 2020

O Grupo Bureau Veritas, líder mundial em Teste, Inspeção e Certificação (TIC), oferece a certificação de algodão sustentável aos produtores associados a Abrapa (Associação Brasileira dos Produtores de Algodão), que respondem por 99% de toda a área plantada no Brasil e por 100% da produção destinada à exportação. A nova certificação integra a estratégia da companhia de tornar-se líder em sustentabilidade e produção agrícola. Desde 2019, o Grupo adicionou ao seu portfólio outras 10 certificações para este segmento.

“Uma certificação de qualidade tem impacto sobre a comercialização, o custo e a confiabilidade dos produtos, além de indicar o melhor uso do algodão para a indústria têxtil”, afirma José Cunha, diretor de Certificação do Bureau Veritas no Brasil. Segundo ele, estes são detalhes essenciais que posicionam o Brasil entre os cinco maiores produtores do mundo da fibra: 30% do algodão exportado tem o DNA brasileiro. “É muito relevante contribuir com o desenvolvimento do setor”, conclui.

A certificação sustentável para a indústria algodoeira envolve o pilar socioeconômico, garantindo o cumprimento de condições dignas e seguras para o ambiente de trabalho, e o pilar ambiental, que atesta a conservação do meio ambiente. As lavouras que adotam as medidas práticas dessa certificação têm estimativa de produtividade 7% superior em relação às lavouras não certificadas. “A produtividade média alcançada nesta safra pelas unidades certificadas confirma essa estimativa”, explica Cunha.

O Grupo certifica cerca de 1,5 mil toneladas de algodão, com análises de 6,2 milhões de amostras de fardos por safra. Segundo a Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), a expectativa para a safra de 2018/2019 é de volume recorde de produção, com 6 milhões de toneladas, um milhão a mais do que o registrado no período anterior. Para o mesmo intervalo, a Conab espera alcançar cerca de 1,5 milhão de toneladas em exportações da pluma de algodão, um aumento de 60% em relação à quantidade embarcada na safra anterior. No Brasil, o maior produtor de algodão sustentável é o estado do Mato Grosso, seguido de Bahia, Goiás, Maranhão, Minas Gerais e Piauí.

Deixe sua Marca