News

Bureau Veritas integra novo conselho internacional de certificação

18 de Dezembro de 2018

O Grupo Bureau Veritas, líder mundial em Teste, Inspeção e Certificação (TIC), integra o Conselho TIC, uma nova associação internacional que representa a verificação independente por terceiros. O presidente global da companhia, Didier Michaud-Daniel integra o conselho global, que reúne os principais executivos da indústria de todo o mundo, auxiliando no desenvolvimento do setor. A indústria de TIC engloba cerca de um milhão de funcionários em todo o mundo, com vendas anuais de aproximadamente US$ 200 bilhões.

A indústria independente de TIC oferece uma série de serviços, incluindo teste de produtos, certificação e avaliação de remessas, inspeções industriais, certificação de sistema de gestão, treinamento, controles de construção e classificação marítima. Suas competências e serviços são fornecidos em todos os setores da economia em toda a cadeia de valor.

“A indústria global de TIC é um aliado confiável para empresas, governos e sociedade. Como terceiros independentes, ajudamos as organizações a navegar no complexo mundo do comércio e dos regulamentos internacionais e ajudamos a criar um ambiente seguro e sustentável para as pessoas em todos os lugares. Todos os membros do Conselho do TIC estão comprometidos com os mais altos padrões de ética e integridade ”, disse Michael Fübi, presidente do Conselho TIC.

Nascido da fusão das antigas organizações industriais internacionais TIC, IFIA e CEOC, o Conselho TIC terá sede em Bruxelas e reunirá 90 empresas e organizações membros de todo o mundo para falar a uma só voz.

“O Conselho TIC envolve os governos e as principais partes interessadas para defender soluções eficazes que protejam o público, facilitem o comércio e apoiem a inovação. Com o conhecimento e a competência de nossos membros, podemos ser consultores valiosos para os formuladores de políticas em todo o mundo sobre como usar os serviços de TIC. Ajudamos a desenvolver os regulamentos necessários para proteger os consumidores sem prejudicar a inovação ou adicionar encargos desnecessários à indústria ”, acrescentou Hanane Taidi, Diretora Geral do Conselho de TIC.

 

Deixe sua Marca