NOSSA HISTÓRIA

De onde viemos…

Fundada na Antuérpia, Bélgica, em 1828, a Agência de Informações para Seguradoras Marítimas tinha uma missão simples: proporcionar a seguradores marítimos informações atualizadas sobre os prêmios em vigor nos centros comerciais e fornecer dados precisos sobre as condições de segurança e navegabilidade de navios e seus equipamentos.


Em 1829, a empresa foi rebatizada de Bureau Veritas, adotou o emblema da Verdade como sua logomarca oficial e editou seu primeiro Registro de cerca de 10.000 embarcações. Em 1833, sua sede foi transferida da Antuérpia para Paris, onde fora aberta uma filial em 1830.


Pouco a pouco a empresa foi se expandindo para novas áreas, tais como “Controle de Materiais”, visando à inspeção tanto de ferro e aço, para a crescente indústria ferroviária, quanto de equipamentos fabris. Em 1922, o governo francês incumbiu oficialmente o Bureau Veritas do controle dos certificados de segurança para a aviação civil. O setor automotivo tampouco ficou para trás: o serviço da empresa para verificar ônibus, carros e caminhões foi criado em 1927.

 
O nascimento da empresa, 1828
No inverno de 1821 a Europa foi assolada por uma série de violentas tempestades, que causaram cerca de 2.000 naufrágios e 20.000 mortes. A situação foi desastrosa para as seguradoras; a maioria faliu, e para as sobreviventes a concorrência dos recém-chegados ao mercado foi particularmente feroz nos anos seguintes. Foi nesse contexto crítico que dois seguradores, Alexandre Delehaye e Louis van den Broek, e um agente de seguros, Auguste Morel, fundaram o Bureau de Renseignements pour les Assurances Maritimes (Agência de Informações para Seguradoras Marítimas).


Fundada em Antuérpia (Bélgica) em junho de 1828, a empresa tinha uma missão simples: manter os seguradores a par dos valores dos prêmios em uso nos vários centros comerciais e fornecer todos os dados necessários para a avaliação do grau de confiabilidade de navios e equipamentos.


O que diferenciou a empresa da concorrência, contudo, foi sua nova metodologia. Além de indicar o tipo de navegação que cada navio podia empreender, era conferida a cada um uma nota de risco (3/3, 2/3, 1/3). No cálculo desse número, levavam-se em conta o projeto estrutural da embarcação, qualidade dos materiais, resistência dos escantilhões, idade, acidentes anteriores e manutenção do casco e do cordame.


Em 1829, a empresa foi rebatizada de Bureau Veritas, editando seu primeiro Registro (que abrangia 10.000 navios) e adotando como insígnia um emblema representando a Verdade.

 

Ampliação do público-alvo (1830-1980)

Em 1830, foi aberta uma filial em Paris. Em 1833, no entanto, as atividades haviam sofrido tamanha expansão que a matriz teve de ser transferida para a capital francesa.


Sob nova administração, a empresa, renovada, continuou crescendo, como revela este primeiro testemunho:
“Nada, em nenhum setor industrial, pode se comparar – nem na França, nem no exterior – a este manual (o Registro do Bureau Veritas), tão indispensável é aos seguradores e ao comércio marítimo em geral. É incompreensível que essa instituição não goze de toda a proteção e suporte governamental, visto que a consideramos, muito além de sua utilidade, como uma entidade basicamente de interesse público.”
          Revista de seguradores “Revue des Assurances”, 1830


O Bureau Veritas chegou a ser citado em três romances de Júlio Verne:
• “20.000 Léguas Submarinas” (1869)
• “A Ilha Misteriosa” (1874)
• “A Galera Chancelor” (1875).
… e seu nome foi incorporado tanto ao dicionário francês Larousse quanto ao Webster's Revised Unabridged Dictionary (1913).

 

Expansão mundial
Sem dúvida, o maior sinal da vitalidade do Bureau Veritas foi sua expansão contínua – primeiro por toda a Europa, depois nas Américas e por fim por todos os principais portos dos demais continentes.


Com a Revolução Industrial, o Bureau Veritas ampliou seu escopo de serviços. A adoção do ferro e do aço pela indústria naval tornou imprescindível a inspeção dos materiais nos locais de produção. Em 1910, foi criado um novo serviço, o “Controle de Materiais”, a fim de examinar os materiais utilizados em toda a indústria – de equipamentos industriais aos motores diesel, locomotivas e similares, bem como as próprias fábricas.


Em 1922,  o governo francês incumbiu o Bureau Veritas do controle oficial dos certificados de confiabilidade da aviação civil. O novo Serviço Aeronáutico instaurou procedimentos rigorosos, baseados em levantamentos periódicos que se pautavam por parâmetros específicos.


Do mesmo modo, a demanda das seguradoras francesas por avaliações técnicas regulares de ônibus, carros e caminhões levaram à criação do Departamento Automotivo, em 1927.


Com o número crescente de acidentes durante a onda de construções que se seguiu à Primeira Guerra Mundial, as seguradoras perceberam que seria impossível continuar a cobrir os riscos se não fossem instituídos controles prévios. Mais uma vez o Bureau Veritas respondeu ao mercado, fundando, em 1929, o “Serviço de Controle para Construções & Engenharia Civil”.


Em 1932, o Bureau Veritas havia estabelecido, em Levallois-Perret, próximo a Paris, seu próprio laboratório para análises químicas e metalúrgicas e testes de materiais de construção civil.

 

Expansão do empreendedorismo, 1980-1990

Entre 1980 e 1990 o Bureau Veritas, em resposta a necessidades especificas, abriu diversas novas subsidiárias.

• Bivac – Em 1984, o governo nigeriano solicitou ao Bureau Veritas a inspeção de produtos importados antes do embarque. Era uma área de atuação inteiramente nova para a empresa, em que esta se aprimoraria e levaria para outros países. Logo se configurou uma rede global, trabalhando junto a governos de todo o mundo.


• BVQI – atual Bureau Veritas Certification. Em 1988, as questões da qualidade e da certificação ISO haviam se tornado cruciais para muitas empresas. O Bureau Veritas tinha excelentes condições de atender a necessidade crescente de uma certificação de sistemas independente.


• Veritas Auto – 1990 assistiu à criação de uma grande subsidiária, à qual caberia a inspeção de veículos motorizados. Essa atividade foi descontinuada alguns anos depois.

 

Aquisições e visão estratégica, 1990-2000

Em 1995, dois novos acionistas pessoas jurídicas, a CGIP e a Poincaré Investissement, deram uma nova dinâmica às atividades do Bureau Veritas. Ao mesmo tempo, a transformação do cenário econômico global acelerou-se ainda mais, com o boom econômico na Ásia e a emergência das economias da Rússia e do Leste Europeu. Paralelamente, na Europa e América do Norte, a crescente preocupação com as questões da qualidade, saúde, segurança e meio ambiente foi acompanhada de uma proliferação de novas regulamentações. Os países em rápido desenvolvimento logo seguiram os exemplos americano e europeu, e os padrões foram subindo a cadeia de fornecimento à medida que as economias desenvolvidas começaram a exigir que seus fornecedores de outras partes do mundo seguissem as mesmas normas.

Nesse ambiente tão desafiador, o Bureau Veritas adotou prioridades tendo em vista o crescimento externo, que ajudaram a reforçar sua posição nas economias mais maduras. 

 

Principais aquisições
1996 ficou marcado por uma importante incorporação na França: o Bureau Veritas adquiriu 100% do capital da CEP, tornando-se o líder francês em avaliação da conformidade na construção civil.


Pouco depois, a aquisição de duas bem estabelecidas empresas americanas com laboratórios de ensaio na Ásia – a ACTS (Acts Testing Labs), em 1998, e a MTL (Merchandise Testing Laboratories), em 2001 – veio agregar uma nova competência essencial ao portfólio da empresa, consolidando definitivamente sua posição na área de ensaio de produtos de consumo. A “Divisão de Serviços de Produtos de Consumo" é hoje uma das líderes mundiais na oferta de garantia de qualidade para fabricantes e varejistas de bens de consumo.

 

A construção do futuro, 2000 em diante

Nos últimos anos, o Bureau Veritas tem racionalizado a sua organização, para permitir melhor foco no mercado e mantendo um ritmo de crescimento forte. O grupo agora está estruturado em sete áreas de negócio globais:

- Marítima

- Indústria

- Inspeção e verificação em serviço

- Construção

- Certificação

- Bens de consumo
- Serviços de governo e do Comércio internacional


O Bureau Veritas conquistou uma forte vantagem competitiva em suas sete áreas de negócio globais, com:
- Posicionamento de suas sete áreas de negócio globais em mercados com alto potencial e crescimento altamente significativo.

- Liderança mundial em cada uma dessas áreas.
- A capacidade de desenvolvimento de uma rede internacional eficiente e competente.
- Alto grau de desenvolvimento técnico reconhecido pelas autoridades competentes e organismos de acreditação.

- A sólida trajetória de crescimento através de aquisições.


O fluxo de aquisições tem sido alto nos últimos cinco anos, permitindo o desenvolvimento de plataformas de crescimento sólido do Bureau Veritas, particularmente em três países:


EUA (Estados Unidos da América)

Após a integração da US Laboratories em 2003, o Grupo reforçou a sua presença nos Estados Unidos no início de 2004 com a aquisição de Berryman & Henigar e da Marcus Graham. O grupo também adquiriu, no início de 2005 a Linhart Petersen Powers Associates (LP2A), especializada em serviços para os municípios nos EUA, particularmente para a observância do código de construção civil. Mais tarde, a aquisição da OneCIS, a divisão de inspeção do grupo de seguros OneBeacon, deu ao Bureau Veritas acesso a inspeção e avaliação de equipamentos sob pressão regidos pela norma ASME no país. E em 2005, a aquisição da Clayton and NATLSCO reforçou o posicionamento e capacidades Bureau Veritas em QSMS.

Reino Unido
Em um país onde o investimento em infraestrutura e construção civil tem apresentado um bom crescimento nos últimos anos, o Bureau Veritas adquiriu em 2002 o grupo Weeks. Essa aquisição proporcionou um aumento significativo na capacidade geotécnica e ambiental de consultoria em todo o país, bem como laboratórios de ensaio de materiais de construção e química analítica. Outro marco importante foi a aquisição de 2005 da Casella, um líder de serviços de QSMS no mercado do Reino Unido.

Austrália
Em 2006, o Bureau Veritas adquiriu três empresas na Austrália, para construir uma grande plataforma de SMS no país: Kilpatrick, INTICO e IRC. A INTICO trouxe também uma forte presença nos serviços de inspeção para a indústria de mineração.

 

Abrindo caminho

Um forte crescimento orgânico e mais de 50 aquisições nos últimos dez anos levaram-nos a posição de liderança em nosso mercado e nos deu um conhecimento amplo em questões de gestão de QSMS.

Agora gostaríamos de compartilhar esta experiência com você.

Entre em contato

Bureau Veritas

Phone: +55 21 2206 9200 / +55 11 5070 9000

Envie um e-mail
  • Argélia
  • Angola
  • Argentina
  • Austrália
  • Áustria
  • Azerbaijão
  • Bahamas
  • Bahrein
  • Bangladesh
  • Barbados
  • BELARUS
  • BÉLGICA
  • BENIN
  • BERMUDA
  • BOLÍVIA
  • BOSNIA AND HERZEGOVINA
  • BOTSWANA
  • BRASIL
  • BRUNEI
  • BULGÁRIA
  • Burkina-Faso
  • BURUNDI
  • CAMBOJA
  • CAMARÕES
  • CANADÁ
  • CABO VERDE
  • REPÚBLICA CENTRAL AFRICANA
  • CHADE
  • CHILE
  • CHINA
  • COLÔMBIA
  • CONGO
  • CONGO (República Democrática do Congo)
  • COSTA RICA
  • COSTA DO MARFIM
  • CROÁCIA
  • CUBA
  • CURAÇAO
  • REPÚBLICA CHECA
  • DINAMARCA
  • DJIBOUTI
  • REPÚBLICA DOMINICANA
  • EQUADOR
  • EGITO
  • EL SALVADOR
  • GUINÉ EQUATORIAL
  • ERITREIA
  • ESTÔNIA
  • ETIÓPIA
  • FIJI
  • FINLÂNDIA
  • FRANÇA
  • Antilhas Francesas
  • GABÃO
  • GEORGIA
  • ALEMANHA
  • GANA
  • GIBRALTAR
  • GRÉCIA
  • GREENLAND
  • GUATEMALA
  • GUINÉ
  • GUINÉ-BISSAU
  • HONDURAS
  • HUNGRIA
  • ISLÂNDIA
  • ÍNDIA
  • INDONÉSIA
  • IRÃ
  • IRAQUE
  • ISRAEL
  • ITÁLIA
  • JAPÃO
  • JORDÂNIA
  • CAZAQUISTÃO
  • QUÊNIA
  • COREIA (SUL)
  • KUWAIT
  • LETÓNIA
  • LÍBANO
  • LIBÉRIA
  • LÍBIA
  • LITUÂNIA
  • LUXEMBURGO
  • MADAGASCAR
  • MALAWI
  • MALÁSIA
  • MALI
  • MALTA
  • MAURITÂNIA
  • MÉXICO
  • MONTENEGRO
  • MARROCOS
  • MOÇAMBIQUE
  • Myanmar
  • NAMÍBIA
  • PAÍSES BAIXOS
  • ANTILHAS
  • NOVA ZELÂNDIA
  • NICARÁGUA
  • NÍGER
  • NIGÉRIA
  • NORUEGA
  • OMAN
  • PAQUISTÃO
  • PANAMÁ
  • PARAGUAI
  • PERU
  • FILIPINAS
  • POLÔNIA
  • PORTUGAL
  • PORTO RICO
  • QATAR
  • ROMÉNIA
  • RÚSSIA
  • RUANDA
  • SAINT-PIERRE & MIQUELON
  • ARÁBIA SAUDITA
  • SENEGAL
  • SÉRVIA
  • SEYCHELLES
  • SERRA LEOA
  • CINGAPURA
  • ESLOVÁQUIA
  • ESLOVÉNIA
  • SOMÁLIA
  • ÁFRICA DO SUL (Rep.)
  • ESPANHA
  • SRI LANKA
  • SURINAME
  • SUÉCIA
  • SUÍÇA
  • SÍRIA
  • TAIWAN
  • Tanzânia (República Unida)
  • TAILÂNDIA
  • TOGO
  • TRINIDAD & TOBAGO
  • TUNÍSIA
  • TURQUIA
  • TURKMENISTAN
  • UGANDA
  • UCRÂNIA
  • EMIRADOS ÁRABES UNIDOS
  • REINO UNIDO
  • ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
  • URUGUAI
  • UZBEQUISTÃO
  • VENEZUELA
  • VIETNÃ
  • YEMEN
  • ZÂMBIA
  • ZIMBABWE
  • Outros sites
  • ÁFRICA
  • Website Global
  • ORIENTE MÉDIO
  • Sudeste da Ásia
Escolha o seu setor de ativos e / ou necessidade de serviço
Seu Mercado

Seu recurso

Nossos Serviços